Que relva devo escolher?

Que relva devo escolher?

A escolha da relva é, muitas vezes, uma questão crucial ao fazer o projeto de um espaço ao ar livre. De fato, o relvado é a parte central de um jardim na medida em que é uma das primeiras coisas visíveis, se não a primeira. Aqui estão as nossas dicas para escolher facilmente.

Resumo:

  • Composição do relvado
  • Os principais tipos de relva
  • Manutenção

Composição do relvado

Deve saber que o relvado é uma mistura de diferentes plantas, principalmente gramíneas, pois essas plantas colonizam rapidamente o espaço). Encontramos em particular azevém (ray-grass) (resistência significativa), festuca (resistente à seca) e Poa trivialis (resistência ao pisoteio).
Como regra geral, as misturas prontas são vendidas de acordo com o uso desejado (desporto, relaxamento, ornamento, etc.).

Os principais tipos de relva

Antes de escolher uma mistura de relva pronta, precisa fazer duas perguntas:
– Quais são os usos pretendidos do relvado?
– Quanto tempo está disposto a dedicar à sua manutenção?

Conselho Jardiland: antes de escolher a sua mistura, deve ter em conta o tipo de exposição do relvado, sabendo que existem misturas especialmente concebidas para zonas de sombra, ricas em festucas vermelhas em particular.

Relvado de Prazer ou lazer

A relva recreativa é usada para criar um espaço para relaxamento, jogos ou piqueniques. Como é muito usado, deve ser resistente, também falamos de relva rústica. Este tipo de relvado será, portanto, rico em azevém para manter uma bela aparência ao longo da sua vida.

O relvado florido

Composto principalmente por flores (anuais, bienais ou perenes), o relvado florido é ideal para dar um ar campestre ao local onde é plantado. Dependendo da espécie escolhida (por exemplo, cosmos ou trevo), possivelmente pode promover a população de insetos polinizadores e, assim, promover a biodiversidade. Na maioria das vezes, evitaremos andar sobre ele.

Dica Jardiland: As misturas de gramíneas certificadas Label rouge garantem uma qualidade estética duradoura, porque as gramíneas escolhidas têm um crescimento lento, permitindo-lhes um melhor enraizamento.

O relvado ornamental

A relva ornamental é uma relva muito verde, densa e fina sobre a qual evitamos caminhar o máximo possível. O seu interesse é sobretudo estético, mas a sua manutenção é sustentada (rega, corte, etc.).

Relva de desportos e jogos

A relva desportiva e de jogos é a que apresenta maior resistência ao pisoteio e ao rasgamento.

Relva de reposição

É possível que, ocasionalmente, precise colocar relva numa parte danificada. Para isso, aconselhamos a utilização de relva repovoadora especialmente concebida para este uso.

Manutenção do relvado

A manutenção do relvado envolve pontos fundamentais que devem ser feitos em momentos determinados:

– Rega: para fornecer às gramíneas a água de que necessitam durante os períodos de calor e/ou seca
– Fertilização: para fornecer os nutrientes essenciais para o seu desenvolvimento
– Corte: para ter um relvado denso, com uma aparência limpa, limitando a propagação de ervas daninhas
– Capina: para remover ervas daninhas que eventualmente invadiram o relvado e poderiam sufocar as gramíneas
– Escarificação: para remover a camada de feltro e musgo que sufoca as gramíneas

Deixar um comentário