Calendário do Jardim para o mês de julho

Para o mês de julho…

Na Horta

– Continue a plantar vegetais e aromáticas como: endro, manjericão, beterraba, cenoura, couve chinesa, coentro, abobrinha, agrião, espinafre, funcho, feijão, lentilha, pastinaga, salsa, pera, abóbora, rabanete…

– Transplante: berinjela, alcachofra, cardo, aipo, repolho, pepino, melão, pimenta e pimentão, alho-francês, tomate.

– Corte e estaque os tomates.

– Aligeirar as plantas de maio: beterraba, cenoura, nabo.

– Termine de plantar as plantas aromáticas: estragão, louro, hortelã, oregãos, ruibarbo, alecrim, sálvia, tomilho.

– É hora de colher e remover ervas daninhas regularmente.

– Regue à noite evitando molhar as folhas e coloque plantas jovens sensíveis ao calor na sombra.

– Continue a vigiar os caracóis e lesmas.

– Regue abundantemente uma vez por semana as plantas jovens para assegurar a sua recuperação.

– Acolchoar as novas plantações para limitar as ervas daninhas e a rega.

– Continue a extrair o excesso de fruta das fruteiras de pedra macia (damasco, pêssego).

– Corte as frutas de pedra macia e as frutas pome.

– Continue a formação de arbustos de frutas e trepadores (actinidia, amora, videira …).

– Se necessário, continue com o tratamento de árvores frutíferas sujeitas a doenças (moniliose, …) com um fungicida compatível com a jardinagem natural.

– Deve estar alerta para ataques de parasitas e pragas.

Num jardim ornamental

Flores

– Termine as plantações anuais plantadas ou compradas em vasos e plantas bulbosas de verão. Compre vasos grandes para um efeito rápido.

– Semeie plantas perenes (anémona pulsatilla, campânula, eléboro, tremoço-de-jardim, violeta…).

– Transplante em vasos individuais as bienais plantadas em abril ou maio.

– Regue regularmente as plantas perenes plantadas na primavera. Não se esqueça das dálias sedentas de água.

– Acolchoar os maciços de flores para limitar a rega.

Árvores e Arbustos

– Continue a rega abundante para garantir a frutificação, principalmente nos primeiros 2 anos. Coloque adubo, se ainda não o fez.

– Continue a podar os arbustos de primavera simplesmente deflorados como lilases e syringa. Não se esqueça das rosas que não nascem e que acabam de terminar a sua floração.

– Apare as sebes caducas (espinheiro, berberis, faia, avelã …).

– Pode a fotinia para incentivá-la a fazer novos brotos bem coloridos.

– Use um fertilizante especial para arbustos com flores nas plantas de verão ou outono para fomentar a sua floração.

– É o momento para clematis e rosas trepadeiras, além de glicínias. Corte se a sua vegetação abundar.

Relva

– Continue a cortar a relva regularmente e regando especialmente os novos relvados.

– Ajuste as bordas com uma pá afiada ou um aparador em forma de meia-lua.

No terraço e na varanda

– Termine de plantar os vasos de verão. Use fertilizantes de liberação lenta para misturar no solo do vaso ao plantar.

– Aumentar a frequência da rega e fertilização.

– Remova regularmente as flores murchas e folhas secas ou danificadas.

– Instale um sistema de rega por gotejamento. Ainda há tempo, especialmente se vai de férias! Venha e descubra na Jardiland as soluções mais adequadas às suas necessidades.

– Componha uma decoração rápida instalando plantas trepadeiras anuais, como chagas, ou crie belos vasos de agapantos, sálvia, anthemis ou brincos-de-princesa (em sombra parcial).

No interior

– Continue a rega regular e a aplicação de fertilizantes.

– Pulverize a folhagem regularmente e aumente a humidade colocando os vasos numa bandeja coberta com bolas de argila que se mantêm húmidas.

– Traga para dentro as suas plantas de interior mais resistentes à sombra, assim que a temperatura noturna exceder os 15°C.

– Observe e controle regularmente as folhas e as suas costas para eliminar os parasitas.

No lago

– Lembre-se de animar e oxigenar a sua piscina com uma bomba.

– Continuar a plantar plantas aquáticas e ribeirinhas: pelo menos 1/3 da superfície da bacia deve ser plantada para obter um equilíbrio ecológico.

– Continue a introduzir peixes.

– Observar e controlar a proliferação de algas filamentosas após o primeiro calor do verão.

 

Deixar um comentário