Mobiliário para Varandas: o que escolher?

Mobiliário para Varandas: o que escolher?

Na cidade, poucas são as habitações que possuem jardim. Na maioria das vezes, têm uma varanda ou um pequeno terraço. Mas, isso não o impede de torná-lo num lugar real para se viver, agradável e acolhedor. Para isso, é importante escolher o mobiliário mais correto. Além disso, há uma série de critérios a ter em conta.

Resumo

  • Escolha o mobiliário de acordo com a superfície
  • Móveis altos ou baixos?
  • Outros critérios para selecionar os seus móveis de varanda
  • Foco na flexibilidade em pequenos espaços

 

Escolha o mobiliário de acordo com a superfície

Faz sentido selecionar os móveis de acordo com a forma e o tamanho da sua varanda. Assim, quem tem uma varanda comprida deve privilegiar móveis que não sejam muito grandes nem muito imponentes. E isso, para não sobrecarregar o espaço e, sobretudo, deixar uma passagem para poder circular.

Com isso em mente, é aconselhável optar, como banco, por um magnífico banco com encosto como o ‘Calix’ e a sua prateleira retrátil ou sem, como o modelo ‘Camille’ com sua caixa de armazenamento.

Também pode deixar-se seduzir pelos móveis em altura, como uma cadeira Hamac suspensa ou o modelo ‘Cuba’ que incorpora 3 pequenos cubos de assento que podem ser armazenados embaixo para poupar espaço e um baú.

Dica Jardiland: relaxe ao sol enquanto desfruta de um conforto ideal graças à almofada macia da cadeira tipo “ovo” ‘Sunrise’.

Por outro lado, é aconselhável optar por móveis modulares, como a mesa extensível Juliette.

Conselho Jardiland: economize o máximo de espaço possível com a mesa de varanda extensível ‘Jarod’ com a sua floreira integrada.

Alternativamente, se a varanda for suficientemente ampla, recomenda-se mesas e cadeiras dobráveis, como o conjunto ‘Tropic’ disponível em 4 cores diferentes. Ou a cadeira suspensa ‘Pocket’ que terá o cuidado de colocar na extremidade do espaço!

Móveis altos ou baixos?

A falta de espaço é um problema recorrente nas grandes cidades. Como resultado, os apartamentos, geralmente, oferecem um pequeno terraço ou uma pequena varanda. A solução para escolher móveis para uma pequena varanda é, portanto, recorrer a modelos que possibilitem otimizar ao máximo o espaço.

Desta forma, pode organizar a pequena varanda como achar melhor. Pode tornar-se num pequeno espaço para comer sozinho ou com outras pessoas. Mas, também pode transformar o local num cantinho amigável para uma noite com os amigos, ou apenas um cantinho para relaxar ou ler depois de um dia cansativo de trabalho!

Por isso, é importante saber o que pretende fazer na sua varanda e ter em conta as suas expectativas na hora de escolher a forma e o tipo de mobiliário de exterior que vai escolher. De fato, os designers atualmente oferecem uma infinidade de formas para este mobiliário, a fim de atender às exigências estéticas, mas também para um layout ideal do espaço. É verdade que poucos apartamentos têm um grande terraço ou uma enorme varanda que lhe permite ter uma sala de estar e uma zona de refeições. Portanto, o mobiliário escolhido deve adaptar-se a essas restrições e aos seus desejos. No entanto, hoje em dia existe uma infinidade de tamanhos, formas e materiais para escolher para que possa tirar proveito dos seus móveis de varanda.

Uma área para refeições

Se pretende comer confortavelmente na sua varanda ou terraço, a mesa é obviamente o elemento central.

Dependendo da forma do seu exterior, pode escolher diferentes formas ou tipos de mesas. Para varandas muito pequenas, pode combinar uma pequena mesa dobrável ou lateral com pequenos bancos de resina.

Uma verdadeira estrela dos jardins, terraços e varandas, a mesa bistrot, redonda, quadrada ou rectangular, está em alta. Até pode encontrar conjuntos com uma mesa redonda combinada com duas cadeiras a condizer. Hoje em dia, está disponível em diferentes materiais e cores mais ou menos vivas. Pode escolher um modelo de metal para criar uma atmosfera romântica na sua varanda. Caso contrário, o conjunto de madeira é ideal para obter uma varanda com um ambiente acolhedor.

Aqueles que desejam desfrutar de uma área de refeições confortável também podem recorrer à mesa de jardim ‘Colonia’ em eucalipto que pode completar com as cadeiras ‘Coline’ em madeira e textileno. Como são dobráveis, pode armazená-las facilmente para obter móveis compactos que ocupam menos espaço.

Conselho da Jardiland: as mesas de encaixe oferecem uma vantagem real em espaços pequenos. De facto, consistem num conjunto de pequenas mesas que se encaixam umas nas outras e são retiradas conforme necessário. Se tem muito pouco espaço, uma mesa alta arredondada com bancos altos dobráveis ​​também pode ser uma opção.

Finalmente, a mesa extensível continua a ser a solução mais interessante se tiver tamanho suficiente no seu exterior. Se recebe convidados com frequência, a mesa de varanda extensível pode ser muito adequada como móvel de varanda. Este móvel 2 em 1 permite obter lugares adicionais quando as extensões são colocadas.

Dobrados, alguns modelos não ultrapassam 1,50 m de comprimento e, portanto, são ideais para um terraço. Além disso, são instalados de forma rápida e fácil quando se trata de entreter mais convidados. O sistema de extensão pode diferir dependendo do modelo de mesa escolhido. Mas, em geral, pode escolher entre a extensão automática, a extensão borboleta e a extensão amovível. Depois, basta optar por assentos rebatíveis como a cadeira de varanda ‘Thema’ ou empilháveis ​​como a poltrona ‘Alex’ que pode armazenar sem dificuldade para poupar espaço.

Dica da Jardiland: escolha cores mais sóbrias ou modernas como cinza pérola, mostarda, preto, vermelho ou azul.

Um espaço para relaxar

Se preferir aproveitar a sua varanda para relaxar ou conversar na companhia de uma bebida ao ar livre antes de regressar para almoçar ou jantar, neste caso é melhor optar por móveis de jardim baixos ou móveis de relaxamento. A poltrona ‘Flora’, em resina de vime, oferece conforto e design.

Dica da Jardiland: quando falamos de móveis de jardim para varanda, muitas vezes pensamos em móveis de jardim com mesa de centro de varanda. No entanto, se realmente lhe falta espaço mas pretende ter 4 lugares, pode optar por uma mesa de apoio ‘Monceau’ e as suas poltronas baixas a condizer, disponíveis em várias cores. A gama ‘Malice’ também oferece uma agradável área de relaxamento.

Se tiver a sorte de ter um belo espaço ao ar livre, é aconselhável escolher um lounge mais confortável, como o conjunto ‘Donna’.

Enfim, nada o impede de ser seduzido por uma sala de estar real como os modelos ‘Panda’, ‘Amazonia’ ou ‘Miami’, por exemplo. Desta forma, beneficia-se de um verdadeiro espaço lounge onde a família poderá estar reunida durante horas.
Se a sua varanda ou terraço for comprido, também pode optar pelo banco ‘trendy’ na cor terracota ou pelo canapé de varanda 2 em 1 ‘Roxy’ que rapidamente transforma-se numa espreguiçadeira e tem uma prateleira de teca muito confortável para pousar um livro ou um copo. O pequeno tamanho do conjunto ‘Rio’ permitirá libertar espaço para uma área de jardinagem ou instalar uma espreguiçadeira.

Conselho da Jardiland: banhos de sol ocupam muito espaço no terraço. No entanto, para aqueles que não querem abdicar, dê uma olhada numa cadeira tipo ovo independente ou uma espreguiçadeira dobrável que possa armazenar facilmente. Uma ideia muito inteligente para economizar espaço enquanto se diverte!

Outros critérios para selecionar seus móveis de varanda

Além da forma, existem outros critérios a ter em conta na hora de escolher o seu mobiliário de varanda.

Os materiais

Hoje em dia, os móveis para terraço e varanda vêm em diferentes materiais para atender às expectativas de todos. É certo que é fácil ser-se influenciado pela moda. No entanto, é recomendável pensar a longo prazo. Com isso em mente, é melhor escolher um material sólido que seja perfeitamente resistente ao mau tempo e à passagem do tempo. Também deve ter em mente o tempo que leva para tratar adequadamente da manutenção dos seus móveis de varanda, como a sala de estar ‘Mali’.

Portanto, pode escolher entre diferentes materiais. A madeira como no conjunto ‘Malice’. Será preferencialmente à prova de apodrecimento, como teca ou madeira tratada, para resistir a ataques térmicos, bem como a riscos climáticos, como neve, chuva e sol. Por sua vez, o alumínio pode ser anodizado ou não e não enferruja. Portanto, é possível deixá-lo ao ar livre durante todo o ano. Além disso, é bastante leve, o que é um grande trunfo.

Por outro lado, geralmente, as poltronas e as espreguiçadeiras de alumínio são equipadas com um assento têxtil à base de poliéster como o modelo ‘Haby’. Desta forma, podem resistir perfeitamente à água.

Por fim, a resina trançada que tem um aspecto idêntico às fibras vegetais. Mas, na realidade, é um material plástico. Portanto, possui todas as qualidades deste material, sem, no entanto, apresentar uma aparência um tanto antiquada. O conjunto ‘Friday’ irá encantá-lo com a sua aparência elegante e moderna.

Dica Jardiland: a poltrona de varanda ‘coque’, preta ou branca, é ideal como mobiliário de jardim para uma pequena varanda. Oferece conforto, robustez e é muito fácil de limpar com o seu assento em resina. Este assento exclusivo tem um visual minimalista com formas arredondadas que lhe conferem uma aparência contemporânea. Além disso, as suas pernas são feitas de madeira de eucalipto FSC.

Os critérios práticos

Sejam móveis de varanda feitos de madeira, plástico, vime de resina ou metal, a praticidade é sempre levada em consideração. Primeiro, há o peso. Em outras palavras, é recomendável escolher móveis o mais leves possível. Como tal, o alumínio é certamente o mais adequado se o seu exterior estiver bem protegido do vento.

Além disso, o armazenamento de móveis de jardim não deve ser negligenciado. Ou seja, durante o inverno, nem sempre é fácil encontrar espaço para armazená-los. Portanto, é necessário optar por materiais que resistam muito bem ao frio e à humidade, mesmo que ainda seja necessário protegê-lo sob uma cobertura. Finalmente, deve sempre ter em mente que a superfície da sua varanda é bastante limitada. Portanto, é preferível escolher móveis pequenos ou modulares.

O estilo

Não deve descurar o estilo que pretende para a sua varanda ao mesmo tempo que a torna acolhedora e simpática. Na verdade, este último deve harmonizar-se com toda a sua decoração. Portanto, se é adepto do estilo campestre, oriente a sua escolha para móveis de varanda de metal ou madeira, cores suaves como marfim ou branco ou cores pastel.

Se adora o estilo moderno, é aconselhável privilegiar linhas simples como o sofá ‘Roxy’ e adotar materiais como alumínio ou resina. Além disso, se se sente atraído pelo estilo moderno, não se esqueça do vidro que é essencial na hora de criar um universo ultra-design numa varanda. Também pode escolher entre vidro transparente, fumado, fosco e espelhado. Além disso, harmoniza-se perfeitamente com o metal da estrutura da mesa e dos pés da cadeira.

Além disso, o aço da mesa ‘cargo’ vai permitir que alcance o auge da decoração urbana. Além disso, está disponível em vários tamanhos e cores pastel, neutras ou mais brilhantes, como azul acapulco ou vermelho pimento.

Finalmente, se tem uma varanda com um estilo exótico, é aconselhável escolher móveis de varanda de madeira ou de cores vivas.

Dica Jardiland: seja qual for o seu gosto, as almofadas e todos os elementos decorativos são um elemento importante do estilo que irá criar na sua varanda. Além disso, uma vez que os guarda-sóis, às vezes, são muito volumosos, instale uma cortina de sombra colorida para criar uma atmosfera levemente casulo e até mesmo escondê-lo de olhares indiscretos.

Foco na flexibilidade em pequenos espaços

É preciso saber investir no espaço que representa uma varanda, mesmo que seja bem pequena. De facto, se conseguir organizá-lo e decorá-lo bem, toda a família ficará encantada em acomodar-se lá para ler um livro, tomar uma bebida ou simplesmente conversar sobre isso e aquilo. Neste caso, é possível considerar a criação de uma área de refeições com a mesa extensível ‘slim’ e cadeiras ‘Lucca’.

Para aperfeiçoar a área de relaxamento da sua varanda, é melhor optar por cadeiras empilháveis. Assim, permitem que todos descansem com o máximo conforto e possam empilhá-las para não ocupar muito espaço no resto do tempo.

No entanto, este tipo de mobiliário continua a ser mais pesado do que uma cadeira. Por isso,  recomenda-se recorrer aos modelos dobráveis ​​ou empilháveis ​​’Thema’.

Para criar ambiente, mesmo depois de escurecer, por que não se apaixonar pelos bancos luminosos ‘Inoui’ ou pelo candeeiro Nomad ‘Balad’? Adicione também toques decorativos, como luminárias sublimes, velas, tapetes para o ar livre, etc. O objetivo é criar uma varanda à sua imagem e de acordo com as suas preferências.

Conselhos Jardiland: se gosta de plantas e quer plantar algumas flores ou cultivar ervas aromáticas e vegetais na sua varanda, uma mini estufa de varanda independente será a escolha ideal. Também pode combiná-lo com uma mesa de cultivo em altura.

Além do mobiliário da varanda, não se deve esquecer também das plantas que trazem um toque natural ao seu espaço. Não só permitem desfrutar de um ambiente agradável, como também permitem esconder o vis-à-vis com a ajuda de uma treliça. Para economizar espaço no chão, também é possível pendurá-los. Por fim, é também possível instalar um barbecue na sua varanda.

Deixar um comentário