8 Movimentos físicos que nos fazem sentir bem inspirados nos animais

8 Movimentos físicos que nos fazem sentir bem inspirados nos animais

“Ó tempo! Suspende o teu vôo!”

Com vidas tão aceleradas, parar para respirar torna-se um luxo. E se fôssemos inspirados pelos nossos amigos animais para voltar à forma? Vamos descobrir algumas posições de yoga, ginástica suave ou alongamentos que se originam no reino animal. Essas posturas vão literalmente mudar a sua vida. O tempo para os músculos se alongarem, dissipar as tensões, respirar fundo: tudo se acalma.

Graças ao gato, à cobra ou ao camelo, encontre harmonia com o seu corpo e natureza.

1. Cão a olhar para baixo

O cão a olhar para baixo é a posição mais emblemática do yoga. Também é chamada de posição triangular.

A dificuldade desta postura é alongar as pernas gradualmente sem dobrar as costas.

Benefícios: Proporciona uma boa circulação sanguínea por todo o corpo, alonga-se em profundidade, ajuda a trabalhar a concentração.

2. Posição de cobra

É sempre impressionante ver uma pessoa a fazer a posição de cobra que, como o próprio nome sugere, imita a serpente levantando a cabeça. Mas essa prática acaba por não ser tão complexa. E é tão agradável para o corpo!

Uma vez deitado de bruços, corpo reto, pelve e osso púbico bem ancorados no chão: coloque as mãos espalmadas e pressione para levantar a parte superior do corpo. Estique e abra gradualmente a caixa torácica. Respirar. Mantenha a postura por alguns segundos e repita três vezes.

Benefícios: Favorece a flexibilidade dos músculos da pelve, costas, pescoço e braços. Liberta emoções e fortalece a autoconfiança.

3. Posição Despertar de gato

Este método de ginástica instintivo foi desenvolvido por René Castagnon, sofrologista e preparador físico. Baseia-se na maneira como os felinos acordam para colocar os seus corpos em atividade.

Deitado de costas, pernas dobradas com os pés apoiados no colchão: aponte os dedos dos pés para o teto, depois enrole-os.

Em seguida, estenda as pernas silenciosamente e aponte-as para o céu. Com os braços acima da cabeça, segure o pulso direito com a mão esquerda. Desenhe um arco com o corpo: sem mover a pélvis, o braço esquerdo puxa o direito e puxa a parte superior do corpo para a esquerda. Em seguida, troque de lado.

Repita esses alongamentos duas vezes cada antes de passar para o próximo, bocejando suavemente como um gato. Fazer isso todas as manhãs permite-lhe atacar o dia com muita energia!

4. Posição gato-vaca

Nesta sequência, alterna entre a posição yoga do gato e a da vaca. Excelente para revigorar o corpo e a mente.

É bem simples: a partir da posição de quatro patas, trata-se de arredondar as costas na expiração (postura do gato), e cavar na inspiração (postura da vaca). Sinta o alinhamento da pélvis, da coluna, do pescoço, da cabeça nesta sequência de movimentos que devem ser feitos suavemente e sem fôlego.

Benefícios: A posição gato-vaca relaxa profundamente a coluna, fortalece os músculos das costas e ajuda a aliviar a tensão.

5. Posição da borboleta

Esta postura sentada com as pernas dobradas lembra a de uma borboleta pronta para voar.

Sentado no seu tapete de ginástica, junte as solas dos pés. Os joelhos caem suavemente para fora. Fique nessa posição, com a coluna reta, por até três minutos, inspirando e expirando profundamente. Imagine como um fio que prende a sua cabeça ao céu para ficar reto.

Ao sair da postura, certifique-se de desdobrar gradualmente as pernas uma após a outra, em relaxamento, e esticá-las.

Benefícios: A posição borboleta alonga a parte interna das coxas e promove a flexibilidade nas articulações do quadril. Estimula a circulação sanguínea. A borboleta é um excelente exercício para trabalhar a concentração e libertar a mente.

6. Posição do camelo

Uma vez bem esticado, o corpo um pouco aquecido, pode encarar a posição do camelo, ideal para terminar um treino em grande estilo. Tem de domar essa postura bastante incomum, silenciosamente, em etapas.

De joelhos, com o corpo reto, incline-se gradualmente para trás, mantendo as coxas perpendiculares ao chão. Dependendo da sua flexibilidade, você pode dobrar as mãos atrás das costas ou soltá-las nos calcanhares. Respire longa e profundamente. O peito está aberto, o esterno em direção ao teto, o umbigo em tensão e as nádegas relaxadas.

Benefícios: A postura do camelo ajuda a desenvolver a flexibilidade, alongar a caixa torácica e aprofundar a respiração. Também estimula a glândula tireóide e as funções digestivas.

7. Salto do Coelho

De cócoras com os joelhos afastados e os pés juntos, as mãos espalmadas à sua frente, os olhos fixos no chão, levante os calcanhares para se preparar para o ataque. O salto é feito com um impulso dos pés, a pélvis sobe e desce. Os joelhos permanecem sempre afastados e os braços alinhados com os ombros.

Benefícios: Ideal para fazer enquanto brinca com seus filhos, o salto do coelho ajuda a domar o medo do ridículo e ajuda a soltar-se. Este exercício de ginástica suave requer resistência e desenvolve agilidade, flexibilidade e coordenação.

8. Posição guindaste

Wu qin xi é uma forma de qi gong que imita o tigre, o macaco, o urso, a garça e o veado. Esses exercícios fortalecem a energia vital do corpo e libertam-nos de más posturas adquiridas ao longo da vida.

Antes de começar, lembre-se de sempre inspirar ao levantar os braços e expirar ao baixá-los.

De pé com os pés paralelos, bem ancorados no chão, abre os dois braços na altura do peito, enquanto dobra levemente as pernas.

Então, abre simbolicamente as asas do guindaste: os seus braços estão esticados para a frente, as mãos uma sobre a outra na extensão da cabeça e suas pernas também estão esticadas. Então, muito suavemente, os braços abaixam e passam atrás das costas, as palmas das mãos voltadas para o céu. Simultaneamente, a perna esquerda sobe para trás.

Repita o movimento do outro lado e termine em pé com os braços relaxados. Fique tranquilo, o vôo do guindaste é mais fácil de alcançar do que descrever!

Benefícios: O vôo do guindaste libera a parte superior das costas, ombros e braços, e abre a caixa torácica. Solicita o equilíbrio. Além disso, ativa os meridianos dos pulmões e do intestino grosso.

Estes exercícios físicos inspirados nos movimentos dos animais são uma benção para se manter em forma no dia a dia.

Deixar um comentário