5 Dicas para acalmar os cães na época de fogos de artifício e foguetes

5 Dicas para acalmar os cães na época de fogos de artifício e foguetes

Não deixe o cão sozinho em casa

Se possível, tente colocá-lo numa sala o mais longe possível do barulho.

Previamente é útil garantir que o cão tenha uma “zona segura”, um canto da casa onde ele se sinta particularmente confortável, com os seus brinquedos e doces… para que em momentos complicados, como no fim do ano, se possa refugiar aí.

Se o seu cão está habituado a estar na sua transportadora e o associa a momentos agradáveis, viagens em que está perto de si, etc. pode deixá-lo entrar: seria como a sua “zona segura móvel”. Mas não o deixe sozinho e dentro de uma caixa fechada, obviamente, porque isso pode piorar a ansiedade dele.

Mantenha a calma e tente transmitir esse mesmo sentimento ao cão.

Seja paciente e calmo, tenha em mente que o seu cão é como uma esponja das suas emoções. Se ele perceber que está nervoso, provavelmente ficará mais ainda.

Não se trata de ignorar o seu desconforto, mas de tentar fazê-lo sentir que não precisa preocupar-se.

Gerar outros tipos de ruído que ‘escondam’ o som dos fogos de artifício e foguetes

Ligue o rádio ou a televisão, coloque uma música calma: trata-se de sons não alarmantes que servem para oferecer uma sensação de normalidade e calma. No Youtube encontra vários vídeos de sons pacíficos e músicas especialmente pensadas para cães.

Dar-lhe calmantes

Converse com o seu veterinário, eles certamente podem aconselhá-lo sobre esse assunto.

Tente distrair o cão com um prémio de ‘longo duração’

Algum osso ou algum doce que goste muito. Isso só funciona se ele ainda não estiver chateado, se conseguir bloquear a fonte do barulho para que ele possa concentrar-se em algo bom, como os seus brinquedos ou guloseimas.

Deixar um comentário