Flores e perfumaria

As flores e plantas mais utilizadas para a criação de aromas e fragrâncias

Hoje, queremos dar a conhecer um pouco mais o mundo dos perfumes e o uso de flores e plantas para a produção das melhores fragrâncias. Quando compramos um perfume, o elemento que nos faz escolher entre vários é, exatamente, o cheiro que liberta.

Os gostos no que toca a fragrâncias são muito pessoais, por isso, é bom conhecer as famílias olfativas que mais combinam consigo. As que mais são usadas na perfumaria para as mulheres são Floral, Cítricos, Chipre e Oriental, por outro lado, nos homens, são Cítricos, Aromáticos, Amadeirados e as Orientais.

Quais os aromas mais utilizados?

Os perfumes, geralmente, vêm de plantas e até de sementes, com exceção do almíscar. No caso de sementes, podemos destacar as  do anis ou erva-doce, mas, também, as raízes como Angélica ou lírio de Florença.

No caso de folhas, encontramos o aroma da hortelã, alecrim e o tão característico patchouli, que é tão forte que pode resultar, em alguns casos, desagradável.

Se nos fixarmos na casca, podemos obter aromas como o da canela e madeira, sândalo e pau de rosa. Além disso, não poderia faltar os cheiros que podemos encontrar nos frutos, tais como baunilha, pimenta e noz-moscada.

Por outro lado, o aroma não se obtém por extraí-lo diretamente do fruto, mas, muitas vezes, é preciso prensá-lo para o obter, como é o caso do agridoce da laranja, o ácido da toranja ou o estimulante do limão.

As essências que proporcionam as plantas da família das hespérides estão presentes na maioria das fórmulas de todos os grandes perfumes. Hoje em dia, os perfumes também são baseados em pétalas, botões e gemas de flores, como o jasmim, a Cananga, a laranja ou a Flor de Azahar, Lilás, Cravo, Narciso, Mimosa, Freesia, Iris e açafrão.

perfumes-808x1024

A quantidade de aromas diferentes que podemos encontrar é infinito, porque, embora se use os mesmos extratos misturados com outros, podemos obter combinações completamente diferentes e a variedade olfativa não terminará.

A partir de agora, quando gostarmos de um perfume já estaremos mais atentos aos componentes para ter certeza sobre os extratos que melhor se adequam aos nossos gostos.

Deixar um comentário