Plante bonitas coroas imperiais no seu jardim

As coroas imperiais são muito coloridas e duradouras

A sua peculiar coroa faz com que nem todas as pessoas as apreciem, mas as Fritillarias imperialis são umas plantas bulbosas com flores coloridas espectaculares que podem enfeitar os nossos jardins.


Fonte

Muito duradouras, as coroas imperiais, geralmente grandes (podem atingir até um metro de altura), têm fama de afastar as toupeiras, provavelmente pelo cheiro um pouco desagradável. De folha caduca, com flores vistosas devido à sua forma de sino e às suas cores (vermelho, laranja, amarelo …), pendurados no caule, são encontrados em terrenos rochosos, perto da costa do Mediterrâneo.

As suas espectaculares flores em forma de sino penduradas numa haste resistente e que podem surgir logo no início da primavera, vêem acompanhadas de decorativas folhas pontiagudas. Normalmente, cultivam-se em jardins no outono, tanto sozinhas como em pequenos grupos, debaixo de arbustos ou nas bordas de lagos. Também, podem ser plantadas em vasos de 50cm de diâmetro, a uma profundidade de 40cm no mínimo e com boa drenagem.

No jardim, as coroas imperiais são plantadas na semi-sombra, em grupos de 7-9 bolbos da mesma cor para formar bonitas manchas cromáticas. Gostam de solos bem drenados e leve. Para plantá-las, cave profundamente um buraco de, pelo menos, 20cm. Se o solo for pesado, adicione areia à proporção de 1-2 kg, por metro quadrado, tendo o cuidado de usar apenas areia de rio. Desfazer finamente a terra para que os bolbos cresçam sem problemas e acrescente um pouco de estrume muito descomposto.


Fonte

Faça isto alguns dias antes de plantar os bulbos para que as ervas daninhas germinem de novo e assim poder retirá-las de forma definitiva. Plante os bulbos rente à terra, formando padrões irregulares, por exemplo, ou como gostar mais. Para um efeito mais natural, pode colocar-se de costas voltadas para a zona a plantar e atirar um punhado de bolbos. Logo a seguir rectifique as distâncias entre cada planta. Não deve ser inferior a 40cm.

Plante os bolbos a uma profundidade de 20cm, colocando primeiro alguma areia na parte inferior de cada buraco para facilitar a drenagem. Cubra com a terra e não a compacte. Também não se deve regar, uma vez que a humidade do ar é suficiente para os bolbos. E, finalmente, mais um truque: as coroas imperiais não gostam de mudanças. Deixe-as, pelo menos, durante cinco anos no mesmo lugar para desfrutar plenamente da sua longa floração.

Deixar um comentário