As papoilas orientais, um toque exótico para o seu jardim

Papoilas bonitas e delicadas que não passam despercebidas

Papaver orientale é o nome científico das plantas herbáceas perenes originárias do oeste da Ásia (Arménia, Nordeste  do Irão e Turquia), que pode atingir um metro de altura e 75 centímetros de largura.

Conhecidas como papoilas orientais, as suas grandes flores podem encaixar-se em qualquer estilo de jardim e, tendo em conta a sua grande variedade de cores, com certeza irá encontrar o mais adequado para o seu espaço.


Fonte

As pétalas das flores exóticas desta planta têm um aspecto de papel fino e são muito sedosas ao toque. Apesar da sua aparência delicada, as papoilas orientais não necessitam de muita manutenção ou atenção.

Deve ser cultivada a pleno sol, em vários tipos de solo, desde que sejam bem drenados. Use um fertilizante orgânico no momento do plantio e adubar ao redor da planta. No que se refere à rega, é importante que o solo permaneça húmido, mas evitando encharcamentos, porque não os tolera: com uma rega regular, algumas vezes por semana, deve ser suficiente, mas temos de levar em conta factores, tais como, a temperatura da área, a exposição ao sol ou a humidade ambiental.

Pode plantá-las na primavera ou no início do outono. São ideais para colocar em jardins ornamentais e bordas e formar grupos de plantas no jardim que vai dar um fantástico efeito cromático.


Fonte

A floração geralmente ocorre nos meses de maio e junho (por época do plantio), dando lugar a coloridas, vistosas e grandes flores solitárias com pétalas enrugadas, brilhantes e de textura fina.

Costumam ser vermelhas com um preto intenso no interior, embora haja variedades de flores em tons de vermelho, rosa, lilás, roxo, cor-de-laranja e branco. Após a floração, a parte aérea da planta desaparece, a fim de suportar as altas temperaturas de verão e brotar novamente na temporada seguinte.

Como não suportam transplantes, uma vez que têm raízes grossas difíceis de mover uma vez desenvolvidas, é altamente recomendável plantá-las num lugar já permanente. Pode cultivá-las sozinhas, mantendo segurando a cerca de 15 centímetros de distância, ou combiná-los com outros arbustos ou plantas lenhosas. De qualquer forma, papoilas orientais trazem um toque exótico a qualquer jardim e nunca passam despercebidas.

Deixar um comentário