Schefflera, planta do mês de Janeiro

Com uma silhueta flexível, a sua presença trará harmonia ao seu lar

Algumas pessoas são felizes com muito pouco. Não têm uma longa lista de desejos e coisas para alcançar. Só querem ser felizes e simplesmente conformam-se, por isso os seus esforços alteram-se de forma flexível para alcançar esse objectivo. Algo muito semelhante acontece com a planta de interior de janeiro, a  Schefflera, cuja silhueta flexível procurar harmonizar o seu lar em busca da felicidade.

Esta é uma planta de interior com um toque altamente tropical. Vem da família de trepadoras, como muitos arbustos e lianas, e com uma estrutura de trepadeira torna-se mais fácil crescer como tal. Apesar de ser nativa dos trópicos, também pode prosperar em zonas menos quentes. Por isso, em sua casa sentir-se-á melhor num local quente e com luz natural, uma vez que não tem problemas em receber luz solar directa, ao contrário da maioria das plantas de interior. É preciso regá-la regularmente, assegurando-se que a terra não fica húmida mais do que dois dias. No entanto, a flexibilidade e adaptabilidade da planta fazem com que não tenha nenhum problema caso se esqueça de regar uma vez por outra.

Criando formas como um Bonsai

A flexibilidade desta planta permite ser moldada ao seu gosto, podendo obter a forma desejada, por isso é a companheira perfeita para o seu lar. Pode remover as folhas ou os ramos que quiser, sem lhe causar um impacto negativo. Desta forma, irão desenvolver-se novos brotos na parte superior. Ao repetir este exercício, pode criar formas, como se de um Bonsai se tratasse, conseguindo o seu estilo preferido. Há também diversas variedades de Schefflera e diferentes tons de verde. Podemos encontrar algumas com folhas de cor púrpura, tornando-se uma planta perfeita para qualquer decoração.

Debaixo do chuveiro

A Schefflera guarda um prazer secreto: sente-se maravilhosamente bem quando remove o pó que constantemente acumula-se nas suas folhas através de um duche. Portanto, é altamente recomendável que, ocasionalmente, a recompense com um duche frio como se fosse uma leve chuva de primavera. Verá como as suas folhas brilham de prazer e, talvez, recompense-o com uma floração que, embora não seja habitual nesta planta, talvez consiga obtê-la, o que vai fazer  sentir-se muito feliz.

Deixar um comentário