Cães: Malamute do Alaska

Um cão nórdico muito inteligente

O Malamute do Alaska é um cão muito especial que confundiríamos perfeitamente com um peluche, se não fosse o seu tamanho bastante grande. É uma raça pouco conhecida, já que tende a ser confundido com o seu homólogo, o Husky Siberiano. Depois de ler este artigo, vai querer ter um em sua casa.

ALASKAN-929x1024

A raça é chamada de “Locomotora do Ártico”, uma vez que é considerada a raça mais poderosa dentro dos diversos cães de trenó, além de ser uma das raças mais antigas da América do Norte. O seu nome  tem origem no Alasca, onde, no início, estes cães eram essenciais para puxar os trenós em condições climáticas extremas. Além disso, os cães tinham a capacidade de defender o acampamento, caçar e pescar.

Atualmente, é difícil diferenciá-lo de outras raças semelhantes, mas existem três linhas originais: o AKC, o Kotxebue e M’Loot. No que diz respeito à sua maneira de ser, é de salientar que são muito carinhosos e inteligente, nada agressivos e com uma capacidade de aprendizagem muito rápida. Mas, na verdade, o que os caracteriza é que são cães muito independentes, que não obedecem cegamente nem ficam sempre à espera de uma ordem do dono. Houve quem sugerisse que era uma raça impossível de educar, mas não é assim. Assim como os seres humanos são todos diferentes, eles também e há que saber como educá-los para se ter sucesso nessa tarefa.

Muitas pessoas que tiveram a oportunidade de ter este animal como animal de estimação, o consideram como uma raça especial, com a qual pode ter uma ligação especial; “com um olhar, o cão entende o que queremos transmitir”, atingindo a posição como o melhor amigo do dono.

Como já mencionado, esta espécie é muitas vezes confundida com outra raça nórdica, o Husky Siberiano. Entre eles, há diferenças físicas significativas que serão apresentadas aqui de forma resumida, para que, a partir de agora, não os confundamos.

HUSKY-1024x767

– A primeira diferença é encontrada no tamanho, uma vez que os Malamutes são maiores do que os Huskies e são, também, mais pesados. O Alasca pode ter entre 38 kg e uns 60 cm.

– A aparência também é diferente, já que os Malamutes são mais imponentes para oferecer resistência ao animal, enquanto que o Husky é mais equilibrado no que diz respeito à força, velocidade e resistência.

– Os Malamutes têm uma expressão facial dócil, amigável, enquanto que os Huskies têm uma expressão mais viva e travessa.

– Uma das diferenças mais características entre estas raças é que Malamutes sempre tem os olhos de um castanho muito profundo, enquanto os Huskies podem ter olhos azuis, castanhos ou multicolor.

– Os Malamutes tem uma cabeça maior em relação ao corpo, enquanto que os Huskies a têm mais proporcional com o seu corpo.

– As orelhas dos dois animais também são diferentes. Enquanto que Malamutes têm umas orelhas pequenas em comparação com a sua cabeça, os Huskies têm-nas colocadas na parte superior da cabeça e um tamanho mais proporcional.

– A cauda desses animais também é diferente. Os Malamutes tendem a colocá-la sobre as costas quando estão em repouso, enquanto que o Husky a coloca para baixo.

– O pêlo do Malamute ao tacto costuma ser áspero, com tonalidades negras, cinzentas e sempre com branco. Ao contrário, nos Huskies, o pêlo é suave e de cor desde o negro até ao branco puro.

Finalmente, e em resumo, o que caracteriza estes cães é o seu caráter. Os Malamutes são afetuosos, amigáveis e tranquilos, como já dissemos antes, e os Huskies são amigáveis, gentis, extrovertidos e muito ativos.

Deixar um comentário