O Jardim Botânico Marimurtra, um paraíso ao lado do mar

Um jardim com plantas de todo o mundo

Em pleno penhasco da serra de Blanes, Girona, encontramos uma área idílica de 4 hectares, onde podemos contemplar milhares de espécies de plantas e, ao mesmo tempo, umas vistas espectaculares sobre o Mar Mediterrâneo.

É o Jardim Botânico Marimurtra com uma ampla colecção de plantas vivas que mostram cerca de 3.000 espécies de todo o mundo de zonas de clima subtropical, temperado e, sobretudo, mediterrâneo.


Fonte

A sua arquitectura novecentista, a sua diversidade vegetal e, em particular, a paisagem de alta qualidade, fazem com que este jardim seja uma visita obrigatória em terras catalãs.

O mar e a murta são uma das imagens de marca deste espaço. Carl Faust, empresário alemão estabelecido na Catalunha e um grande amante da natureza, decidiu comprar estas terras a partir de 1918, com a intenção de criar um centro dedicado à preservação e pesquisa das espécies vegetais do nosso ambiente. Actualmente, a fundação sem fins lucrativos criada em 1951 e  que leva o seu nome, a Fundação Carl Faust, é responsável por dirigir este jardim que conta com uma área total de 14 hectares, dez dos quais são de floresta autóctone mediterrânea, muito valiosa numa época em que a expansão urbana está ameaçando os espaços naturais.


Fonte

Dividido em três grandes zonas, podemos encontrar algumas espécies únicas ou muito raras de encontrar na Península, com uma colecção única no mundo do género Androcymbium, com 37 espécies de cerca das 70 espécies actualmente descritos, e  do género Pitthosporum heterophyllum, Luhevea divaricata, Escallonia irinita, Ficus capensis, etc.

Pode visitar o jardim subtropical com espécies de cactos e suculentas próprias das Ilhas Canárias, África do Sul e das áreas mais secas do México e da América, e com diferentes espécies de trepadeiras e palmeiras. Outras das áreas conta uma grande coleção de coníferas e palmeiras, uma área dedicada à planta ornamental e outra às florestas temperadas da China, Japão e América do Sul.


Fonte

Das três áreas, o Jardim Mediterrâneo é o mais espectacular, onde, entre todas as espécies próprias deste clima, encontramos o símbolo do jardim: o Templo de Linné: um mirador com umas vistas incomparáveis sobre o mar e falésias em que são realizados concertos de verão.

Um grande espectáculo para os amantes da natureza na Costa Brava.

Deixar um comentário