Um jardim de árvores metálicas em Singapura

Um jardim em que mistura-se o natural com o artificial

Neste jardim da Baía de Singapura de  101 hectares poderá encontrar árvores gigantes de metal com cerca de 50 metros de altura; um espectáculo difícil de ver em qualquer outro lugar.

Destas crescerão jardins verticais e os seus ramos se encherão de frondosas folhas, resultando num curioso espaço verde.


Fonte

As árvores são estruturas de metal que têm uma base de concreto, barras de aço e fio e painéis solares no topo, para que possam gerar a energia de que necessita por todo o jardim para a manutenção. Assim, o consumo é reduzido em cerca de 30%. Também construído de forma sustentável, nesta água jardim oriental naturalmente filtrada através dos lagos localizados no resort que serve para depuração. Os criadores destas estruturas foram baseadas em árvores de florestas tropicais.


Fonte

O complexo divide-se em três enormes jardins de diferentes temas, características e paisagens.

Na primeira parte do parque, o visitante encontra o símbolo de Singapura, a flor que representa os trópicos: a  enorme orquídea Vanda. Além da floresta de gigantes árvores metálicas, o parque tem duas colecções particulares: “O jardim património” em que se reflecte a história e a cultura de Singapura, explorando em profundidade a cultura de diferentes plantas, incluindo o seu significado religioso e uso para medicamentos e alimentos, e “O mundo das plantas”, que mostra a biodiversidade das mesmas repartidas ao longo de seis espaços.


Fonte

Além disso, também tem duas grandes estufas dedicadas às flores mediterrâneas e tropicais, respectivamente, contendo até 226 mil plantas diferentes.

Inaugurado em junho de 2012, é um grande projeto ambiental, uma iniciativa do governo para melhorar a qualidade de vida dos seus cidadãos e visitantes.

Deixar um comentário