Cultilógico: Aromáticas

Sabedoria ancestral

A sabedoria e experiência fazem das plantas aromáticas um elemento essencial na nossa cultura, tanto pelas suas propriedades curativas, bem como pelos seus usos culinários.

Existem em jardins tão antigos como os Jardins Suspensos da Babilônia ou os jardins flutuantes de Xochimilco (México), que estavam repletos de plantas comestíveis, medicinais e aromáticas.

Tais jardins foram usados ​​para fornecer aos templos flores sagradas para rituais religiosos, para embalsamar os corpos dos faraós, e, mais tarde, para o estudo da botânica e da medicina.

Ervas dos Druidas

Antigos e sábios monges da Idade do Ferro, druidas, assim como feiticeiros e curandeiros ao longo da história têm descoberto a riqueza e o poder de cura das ervas naturais. O poder benéfico das ervas aromáticas vão desde a melhoria da nossa pele, tornando-a saudável e suave, obter bem-estar físico e emocional e até mesmo prevenir e/ou aliviar alguns problemas de saúde, tais como a ansiedade e o stress.

Usos Culinários

As ervas aromáticas estão sempre à mão para enriquecer os seus cozinhados, o sabor dos seus pratos, saladas, chás … Além de realçar o sabor dos alimentos, contêm uma elevada quantidade de minerais e vitaminas, transformando um frugal prato de vegetais, por exemplo, numa entrada nutritiva e apetitosa.

Assim, tente tê-los sempre à mão e use-os como um aliado leal na sua cozinha! Vai ver que não se arrepende.

  1. vao realizar este mes, algum workshop de plantacao de ervas aromaticas ?

  2. Mário Coelho says:

    Muito boa tarde!
    Desejava saber se tem algum manual das ervas aromáticas, uma vez que estou interessado em saber mais sobre as mesmas.
    Muito obrigado.
    Cumprimentos,
    Mário Coelho

    • Bom dia,
      O livro que costumamos ter, que de momento encontra-se esgotado é: “O PODER DAS ERVAS AROMÁTICAS”, Jekka Mcvicar da Civilização Editora, e tem um custo de 10.00€.
      Obrigado
      Equipa Jardiland

Deixar um comentário