Um fascinante rio de cores na Colômbia

Um espectáculo mágico num rio colombiano

Caño Cristales, conhecido como o mais belo rio do mundo, está localizado na Sierra de la Macarena, cerca de 200 quilómetros a sul de Bogotá (Colômbia).

É um rio que não chega aos 100km de comprimento nem ultrapassa os 20 metros de largura, e que, na maior parte das vezes, parece-se com qualquer outro rio do mundo. Mas, especialmente nos meses de setembro a novembro, uma explosão de cores inunda as suas águas, exibindo um incrível espectáculo.


Fonte

Declarado Património Biológico da Humanidade e parque protegido pela lei da República da Colômbia desde 1948, é uma grande atracção turística da zona que também é chamado de “o rio de cinco ou sete cores”, “o rio que fugiu ao Paraíso” ou ainda “o arco-íris derretido”.

O segredo de tal colorido reside no seu fundo onde reproduzem-se algas de água doce de diferentes cores mostradas através da água, de tal pureza que permite ver o fundo e toda a magia que lá se esconde.

Podem-se ver, principalmente, as cores amarelas, verde, azul, preto e vermelho. Este último vem das Macarenias Clavígeras, plantas autóctonas que aderem à rocha em locais onde o rio tem mais corrente e crescem abundantemente com a chegada do verão. Assim, quando o nível da água está na altura adequada e o momento é propício, tanto o musgo como os corais e as algas florescem com cores brilhantes, dotando este rio fascinante com uma aparência única no mundo.


Fonte

Devido ao seu leito rochoso, outra característica deste rio é a rapidez com que aumenta o seu caudal depois das chuvas, a mesma que necessita para diminuir. Localizado numa área de difícil acesso, é uma sucessão de torrentes e cascatas, além de pequenas cavidades circulares abertas por minerais de alta dureza que, ao cair nelas, fazem com que sejam cada vez maiores em tamanho e profundidade.

Como curiosidade, em Caño Cristales não há peixes devido à sua escassez de materiais de arrasto e sedimentação. O facto de localizar-se numa área remota, faz com que turistas e viajantes tenham de apanhar uma avioneta ou uma lancha ou, então, caminhar cerca de 3 quilómetros até à entrada do parque para desfrutar de tal espectáculo. A estação chuvosa, de junho a novembro, é o momento ideal para visitar Caño Cristales, já que é quando se podem observar as plantas e o rio em toda a sua glória.

Deixar um comentário