Um exemplar da “flor cadáver”

A maior e malcheirosa flor do mundo lançou hoje a sua curta floração curto de apenas três dias no jardim botânico de Kiel, na Alemanha. Este espécime de Amorphophallus titanum pesa 21 quilos e levou 15 anos para florescer.

Fonte

Esta planta, nativa das florestas tropicais de Sumatra (Indonésia) e descoberta em 1878, é um tubérculo subterrâneo que pode pesar 100 quilos e após a sua floração breve, pode atingir até três metros de altura. Considerada a maior flor do mundo, outra característica é o aroma desagradável que exala de um forte odor de carne podre só no primeiro dia, uma vez que volta a fechar a folha no segundo dia e o mau cheiro diminui. Isso atrai insetos polinizadores, geralmente moscas, que vêm enganadas confundindo o cheiro da planta com cadáveres de animais.

Fonte

A sua presença em jardins botânicos é incomum e raramente chega a florescer. É por isso que o Jardim Botânico Kiel colocou uma webcam na planta de modo a que os cibernautas possam acompanhar esse processo extraordinário de florescimento. Em maio do ano passado, os berlinenses poderam testemunhar no jardim botânico da capital, o florescimento de um exemplar da “flor-cadáver” de 1,99 metros de altura e 1,26 metros de diâmetro.

Deixar um comentário