Identificada uma oliveira com 627 anos em Montsià

Um grupo de investigadores catalães identificou na região de Montsià (Tarragona), uma oliveira com 627 anos de idade que será uma das mais antigas da Europa, segundo um estudo do Centro de Investigação Ecológica e Aplicações Florestas (CREAF).

Neste estudo foram analisados ​​14 árvores da mesma espécie na região litoral de Montsià para determinar a sua longevidade, usando uma técnica para extrair um pequeno cilindro que se estende a partir da casca da árvore até ao coração, o que facilita a inspeção de secções inteiras de troncos que foram cortados de antemão. Além disso, o estudo serviu para desfazer o mito das Oliveiras “milenárias” da Península Ibérica, condição que ganharam pela sua longevidade e pelo seu tamanho, maior do que em outros países europeus, especialmente na bacia do Mediterrâneo. Esta de 627 anos, poderia ser uma das mais antigas do continente. Os pesquisadores acreditam que, aqui, o cultivo de oliveiras foi introduzido há 4.000 anos, resultado da extensão desta espécie pelo oeste do Mediterrâneo pelas mãos dos fenícios, etruscos, gregos e romanos.

[vía]

Deixar um comentário