Como viajar de avião com o seu animal

Dicas para o seu animal ter uma boa viagem

Nesta temporada de férias, muitos de nós viajamos com o nosso animal de estimação e, dependendo do destino, poderemos ter de viajar de avião. Como as pessoas, muitos animais ficam stressados ​​no avião, mas, se tiver em mente algumas dicas, poderá ter uma viagem mais confortável e relaxada.

Fonte

A primeira coisa a fazer é informar-se bem dos requisitos exigidos pela companhia aérea em que vai viajar com o seu animal. Nos vôos, muitas vezes é limitado o número de lugares para os animais, de modo que tente comprar os seus bilhetes com antecedência para se certificar de que ele também tem lugar. O mais comum é pedirem para trazer o seu boletim de saúde e, dependendo do tamanho, não poder viajar com consigo na cabine. Antes de viajar, confirme junto da companhia se o seu cão ou gato pode ir consigo para evitar problemas antes do vôo.

Pergunte como o deve transportar e quais as condições que tem de cumprir. Se não pode ir consigo, vai ter de passar toda a viagem no porão, de modo que a viagem pode ser muito mais stressante. Se o seu animal tende a ficar com medo ou fica nervoso facilmente, converse com o seu veterinário para lhe pedir conselhos e pergunte se não seria melhor dar-lhe algum tipo de sedativo ou calmante para ficar mais relaxado durante o vôo. Nunca dê nada sem supervisão do veterinário, pois poderá causar sérios problemas de saúde.

Além disso, durante a sua visita ao veterinário, informe que vai viajar de avião para que ele possa confirmar que o animal não sofre de qualquer doença e está em boa condição física, já que uma doença ou problemas respiratórios, ou mesmo a sua idade, pode ser prejudicial. O mais recomendável é que o veterinário lhe forneça um relatório médico afirmando que o animal está em boas condições para viajar, pois em alguns lugares exigem esses documentos.


Fonte

Uns dias antes de viajar, acostume-o à transportadora. Faça com que passe algum tempo lá dentro para que  não estranhe tanto e reconheça a transportadora como algo positivo. Dentro do habitáculo, coloque a sua manta preferida e, se possível, algum pequeno brinquedo para se distrair.

Uma vez no aeroporto, tentar passar o máximo de tempo possível com ele e, no caso dos cães, tente dar um passeio ao ar livre para que arejar um pouco e fazer as suas necessidades.  Pode dar-lhe água, mas cuidado se der comida, pois pode vomitar durante a viagem. O ideal é não comer nada nas horas anteriores. Quando se despedir, esteja calmo e relaxado, pois se perceber que está nervoso, ele também ficará.

Não faça viagens mais longas que oito horas. Se o seu destino for mais longe, faça viagens com escalas para poder passar algum tempo com o seu animal de estimação e dar água e carinho. De qualquer forma, se puder evitar esta situação, procure transportes alternativos para que possa ir consigo e mais tranquilo.

Deixar um comentário