As plantas amigas!

O poder das plantas

A planta chamada “amiga” é uma flor, um vegetal ou uma aromática que vai favorecer ou perturbar as suas vizinhas graças à sua capacidade de estimular o crescimento, ou, pelo contrário, de inibir. Podem repelir ou atrair os seus predadores. Algumas destas reacções são explicadas devido à secreção de certas substâncias (aroma, gases, ácidos, …), outras continuam a ser um mistério da natureza.

Podemos afirmar que a diversidade de uma horta é fonte de perturbação para parasitas e predadores. Ficam desorientados, beneficiando as culturas. Não hesite em misturar plantações e em fazer as suas próprias experiências. 


Na prática:

Praticar um cultivo associado é plantar uma planta “benéfica” ao lado de outra “potencialmente em risco”, tanto na horta como no jardim:

– Na horta, privilegiando o cultivo em linha, se se trata uma área grande, alternando variedades e espécies diferentes.

– Intercalar variedades de hortaliças (ou flores) na mesma linha.

– Horta Urbana: nas mesas de cultivo ou em áreas delimitadas, as variedades misturam-se naturalmente e ficam muito próximas umas das outras.

– Plante ou semeie flores e aromáticas nas bordaduras e espaços abertos da horta, entre as hortaliças e na base de árvores e arbustos.

Flores e aromáticas
A combinações de legumes e flores é a mais antiga, mais conhecida e mais usada. Nesta combinação encontra-se as Tagetes e a calêndula. As raízes dessas plantas libertam uma substância nematodicida (elimina os nematodes) e inseticida, enquanto que o cheiro das folhas das Tagetes repele a mosca brancas, escaravelhos e pulgões; as flores da calêndula atrai sirfídeos, as larvas que comem os pulgões.

As aromáticas também ser amigas indispensáveis. As essências que libertam têm um forte poder repulsivo para muitos insetos. Das amigas aromáticas, destacamos o endro, excelente repelente de pulgão e também um bom estimulador do crescimento do pepino. O coentro é muito poderoso afugentando a mosca da cenoura.

A lista de plantas amigáveis é muito grande: sálvia, manjericão, alfazema, erva-cidreira, ruda, etc.

Usemos os recursos naturais para manter os cultivos ecológicos e evitar produtos químicos e substâncias nocivas, tanto para a saúde humana como para o meio ambiente.

 

Deixar um comentário