Viajar com um furão

Como transportar o nosso furão?

Em princípio, a maioria dos furões são muito tranquilos e passam a maior parte do dia a dormir pelo que viajar com eles não deve representar nenhum problema. No entanto, tenha em mente alguns aspectos para que o seu animal de estimação esteja o mais confortável possível durante a viagem, seja de carro ou de avião.


Fonte

Como mencionado, os furões são geralmente muito bons companheiros de viagem, se lhes der as instalações adequadas.

Primeiro, deve levá-los numa transportadora como a dos gatos. É importante que seja de um material totalmente rígido para o caso de bater em algo durante a viagem, especialmente se for de avião. Se viajar de avião, tente registá-lo como bagagem e, se possível, de cabine. Além disso, antes de reservar a viagem, informe-se bem acerca das exigências impostas pela companhia aérea e leve sempre consigo o boletim de vacinas e todos os documentos do animal. Se possível, é mais aconselhável viajar num local escuro, porque vai-se sentir melhor do que com muita luz.

Dentro da transportadora e se a viagem não for muito longa (menos de duas horas), não há necessidade de colocar água. Dar-lhe de beber antes e depois será suficiente. Mas, se for um percurso mais longo, é essencial ter água, especialmente se a viagem for no verão: coloque um bebedouro preso às barras da transportadora e não se preocupe se cair um pouco de água e molhar um pouco o furão. Se estiver calor, ele até agradece.

Em princípio, a comida não será necessária, a menos que seja uma longa viagem, já que o animal costuma comer quando está tranquilo e, com o movimento da viagem, provavelmente não vai apetecer-lhe comer.


Fonte

Para que possa dormir tranquilamente, pode pendurar a rede num local onde consiga subir facilmente e que não esteja no mesmo local em que faz as suas fezes. Se, por razões de espaço, não puder colocar a rede, coloque um pano sobre o chão do habitáculo e cubra com tiras de papel absorvente.

Tenha muito cuidado com o calor que faz no carro. Naturalmente, e como acontece com qualquer animal, nunca o deixe sozinho no carro, pois pode apanhar uma insolação letal. Além disso, deve ter em mente que os furões são especialmente sensíveis ao calor assim, ao contrário do frio que suportam facilmente, preste especial atenção quando as temperaturas são superiores a 25°C, pois é quando o furão começa a passar mal.

Deixar um comentário