Os furões são agressivos?

Porque os furões mordem?

Se pretendemos levar para casa um furão, talvez nos perguntemos se estes animais podem chegar a atacar-nos com as suas mordidas. Tendo em vista ter um como animal de estimação, a agressividade dos furões torna-se, muitas vezes, uma preocupação.

Mas, a verdade é que os furões domésticos com a educação e cuidados adequados, não têm porque representar qualquer perigo. Aliás, tendem a ser muito tranquilos, brincalhões e amigáveis.

furoes
Fonte

Anos atrás, escolhiam-se os furões mais agressivos para serem usados na caça de coelhos. Felizmente, já faz algum tempo que esta tendência tem vindo a mudar na maior parte do mundo e aqueles mais tranquilos são escolhidos para animais de estimação. De qualquer forma, quando acolhemos um furão é muito importante tomar cuidado especial no seu manuseio durante os primeiros dias. Por natureza, e especialmente os mais jovens, são muito brincalhões e podem ser mesmo um pouco brutos e darem pequenas mordidas, que, com o tempo, podem tornar-se um problema.

Ao chegar a casa, é mais do que provável que o animal se sinta estranho e assustadiço, mordendo como estratégia defensiva. Deve tentar proporcionar-lhe um lugar tranquilo para que se sinta o mais relaxado possível. Se notar a cauda eriçada e que emite um som característico, é sinal de que está prestes a atacar. Nestas alturas, não tente apanhá-lo, mas deixe-o sozinho para que não se sinta ameaçado.

Um furão doméstico também pode tornar-se agressivo quando está com muita fome. Neste momento, os seus instintos naturais fazem com que adopte a atitude de predador para conseguir comida. Por isso, é essencial que tenha sempre comida (comem várias vezes ao longo do dia) e que lhe seja dada uma alimentação adequada para que não atinja a esse estado.

Quando brinca com ele, especialmente os mais jovens, dão pequenas mordidas. Mas, isto não é um sinal de agressão, mas sim o seu modo de interagir consigo ou com outros furões. O problema é que eles estão habituados a morderem-se uns aos outros na brincadeira sem se magoarem, uma vez que têm a pele dura. Se alguma vez o morderem, o melhor a fazer é apanhar o pêlo da nuca, como faria a sua mãe. Esta posição vai tranquilizá-lo e não lhe causará nenhum dano.

Se quando o morde, deixar de brincar com ele, se o soltar ou deixar de lhe fazer caso, não conseguirá mudar o seu comportamento. De modo que aprenda a tranquilizá-lo, especialmente desde jovem, e, assim, terá um belo animal com o qual poderá interagir sem nenhum problema.

Se notar que, de repente, o animal tem uma súbita mudança de comportamento e é agressivo, deve imediatamente levá-lo a um veterinário especializado para que o examine, pois pode estar com dores e daí mostrar-se diferente.

  1. eeu tenho um furao bebe ele é otimo

  2. eu tenho um furao bebe

  3. CATIA VICENTE says:

    COMO ESTA A LEGALIZAÇÃO DOS FUROES? O QUE É NECESSÁRIO?

Deixar um comentário