Não se esqueça de cuidar do seu pátio interior!

O pátio interior de uma casa é um local ao ar livre que, por vezes, serve como lugar de lazer. O que acontece, por vezes, é que esquecemo-nos dele uma vez que está longe dos olhares de estranhos ou, então, porque não sabemos como tirar dele o melhor partido. Por isso, é muito importante dotá-lo das plantas certas para que fique esplêndido. A melhor opção para ter um pátio colorido é plantar espécies vegetais que mantenham a cor durante todo o ano ou cultivar diferentes espécies que floresçam de forma faseada.  Além disso, com elementos simples como pedras dispostas pelo chão, e novas floreiras poderá rejuvenescer toda a área sem gastar muito dinheiro.



Antes de começar, deve considerar os seguintes fatores: o lugar onde está localizado, ou seja, se está numa zona urbana ou rural, a humidade e a quantidade de luz e espaço.
A primeira coisa que tem de fazer é nivelar o terreno, se não for regular, com uma camada de areia. Então, pode colocar por cima pedras brancas para dar uma maior luminosidade ou placas de madeira que suportem bem a humidade.
Uma vez nivelado o solo, é hora de escolher as plantas que vão ser cultivadas. Uma planta óptima para pátios interiores e, em especial, para o Mediterrâneo, é o gerânio, já que precisa de poucos cuidados e não requer muita água. Além disso, as suas cores irão trazer muita alegria para o seu pátio. Outra opção é colocar ervas aromáticas, o que lhe dará uma fragrância agradável, além de muita cor. Estas adaptam-se bem a quase qualquer clima, são duradouras e exigem cuidados muito básicos. Se tem um muro ou uma parede, pode colocar algumas trepadeiras, como a buganvílea, mas, precisam de uma grande quantidade de luz, porque senão perde as suas folhas e no verão, não vai florescerá novamente. Se quiser colocar vasos grandes e profundos, pode plantar árvores de fruto, por exemplo, um limoeiro ou laranjeira. Se o seu pátio tem pouca luz, deve escolher, entre as plantas de sombra, vários tons de verde que iluminem o espaço com flores como dracenas, aglaonema, arálias, fetos, rhododendrons ou cyclamens, por exemplo.


Fonte

Algumas dicas:

  • Não coloque muitas plantas, porque cada uma delas tem de ter o seu próprio espaço para que dê nas vistas, e, se possível, cultive-as em vasos para poder movê-las para outras áreas, se o clima se tornar desfavorável.
  • Em pátios situados em áreas urbanas onde há muita poluição, colocar plantas de folhas pequenas, porque ficarão menos sujas devido ao seu tamanho.
  • Nunca coloque plantas que necessitam de sol em locais de sombra.
  • Escolha plantas pequenas que cresçam rapidamente, a fim de manter uma altura constante.
  • Se deseja criar ritmo visual, as espécies devem ter tamanhos e formas diferentes.
  • Se tem plantas de folhas grandes, aplique-lhes abrilhantador para remover manchas e pó uma vez por mês.
  • As plantas de cor azul ou violeta devem ser plantadas no fundo, criando assim profundidade.

Fonte

Se seguir estes simples passos e escolher bem as plantas, tendo em conta a área e a iluminação, desfrutará de um jardim interior fresco, bem cuidado e bonito aos olhos dos seus visitantes. Lembre-se que na Jardiland teremos todo o prazer em aconselhar sobre o tipo de planta que melhor se adapte ao seu espaço e também dar algumas ideias para a decoração do seu pátio que se  adapte ao seu estilo e às suas necessidades.

via ] e [ via ]

  1. eugénia carvalho says:

    Boa Tarde,

    Goatava que me enviassem tudo o que tiverem para iluminação de jardins.

    Melhores cumprimentos

    Eugénia Mendes de Carvalho

Deixar um comentário