Não negligencie a rega!

Dicas para uma rega adequada

Com a chegada do calor, é preciso dar muita atenção à rega das plantas, árvores e arbustos. Deixamos aqui alguns conselhos para que realize a rega de maneira correta. 

  • Escolha bem a altura para regar. É melhor regar ao entardecer ou amanhecer, quando o sol não está tão quente e a água pode atingir as raízes mais facilmente, sem o perigo de evaporação. Se tem rega automática programe para essas horas.
  • Regue abundantemente, mas com pouca freqüência. Se deita pouca água, só vai molhar à superfície e não vai atingir as raízes. É melhor regar dia sim, dia não, empapando bem a terra, do que todos os dias, com pouca quantidade.
  • Distribua bem a água e certifique-se de que molha toda a superfície do jardim ou do vaso. Se rega sempre no mesmo sítio, a água arrastará a terra, expondo as raízes.
  • Se a terra apresenta uma cor pálida e empoeirada, interprete como uma mensagem de socorro. As suas plantas precisam de água com urgência.
  • Se as plantas estão à sombra e num lugar húmido, precisarão de menos rega do que se estivessem num local seco, quente e sol direto.
  • Regue sempre a terra, molhando a superfície uniformemente, não no centro da planta. Se molhar os caules e as folhas repetidas vezes, corre o risco de atrair fungos.
  • Quando regar, tenha cuidado para não molhar as flores, sejam plantas ou arbustos plantados no jardim ou em vaso. Se molhar as flores, vão ficar danificadas e murcharão mais cedo.
  • Para melhor manter a humidade no solo, coloque algum tipo de cobertura morta em torno das plantas: cascas de pinheiro, palha ou bolas de argila nos vasos.

Riego

Deixar um comentário