Crie o seu próprio jardim sustentável

5 Dicas básicas para ter um jardim sustentável

Nesta quarta-feira assinalou-se o Dia Mundial de Combate à Desertificação e um dos objetivos deste ano é apostar numa utilização mais sustentável da terra e que se adapte às mudanças climáticas, especialmente, em áreas mais secas. Em nome deste dia, a Jardiland convida-o a ter o seu próprio jardim sustentável e a aproveitar melhor os recursos naturais de cada área, especialmente da água.

drought-780088_640

Um jardim sustentável é aquele que respeita os ciclos naturais e da biodiversidade da área. Esta técnica para melhor reter a humidade do solo graças ao uso correto de plantas, é conhecido como Xerojardinagem e era usada pelos árabes na Península Ibérica para uma melhor utilização dos escassos recursos hídricos.

1. Aproveite a água da chuva

Se na sua zona tem problemas de seca, mas, de repente, cai uma tempestade de verão, aproveite e apanhe a água da chuva com um balde para regar as suas plantas alguns dias depois.

Outra maneira de aproveitar a água da chuva para o seu jardim sustentável é substituir as superfícies impermeáveis ​​por outras que permitam a filtração. Por exemplo, substitua o caminho de cimento por caminhos de madeira e assim o solo vai conseguir absorver mais humidade.

2. A melhor altura para regar é de manhã

Regue pela manhã, evitando que o sol quente evapore a água antes de ser absorvida pelas plantas. Se conseguirmos hidratar as camadas mais profundas, não precisaremos de regar tão frequentemente.

3. Plante espécies nativas

Use plantas autóctones que serão as que melhor de adaptam às condições climatéricas e à qualidade do solo. Além disso, mantenha em mente que uma espécie exótica para a sua área pode resultar invasiva e ser prejudicial ao seu ambiente, requerem mais cuidados e são mais vulneráveis ao ataque de pragas. 

As plantas aromáticas e as plantas suculentas adaptam-se a quase todos os tipos de solos e necessitam de pouca rega.  

garden-hose-413684_640

4. Use o seu próprio adubo e melhore a qualidade do substrato

A Compostagem serve como adubo orgânico e contribui para uma melhor nutrição do solo. Além disso, é uma alternativa muito mais amigável para o meio ambiente do que outros produtos de processamento químico. Ao colocar matéria orgânica por cima, também, estamos a proteger o solo do calor e a ajudar para que retenham mais a humidade. Além disso, um bom substrato ajuda as raízes a terem melhor absorção de água e nutrientes.

5. Associe as plantas segundo as suas necessidades

Agrupe as suas plantas em função das suas necessidades de luz e água, para que não façam concorrência entre si e possa aproveitar recursos. Além disso, também pode ajudar a prevenir o ataque de pragas de maneira natural, escolhendo a associação que melhor se adapte ao seu jardim.

Sempre que possa, use a rega por gotejamento e tenha em mente que é preferível regar muitas vezes em pouco tempo que regar apenas uma vez, mas com muita intensidade.

Venha à Jardiland e encontre tudo o que precisa para começar o seu jardim sustentável.

 

Deixar um comentário