Como saber se o seu cão está doente

Aprenda a reconhecer os sinais

Todos os que partilham a sua vida com um cão, preocupam-se para que esteja bem e em agir rapidamente quanto sofre algum tipo de doença. Portanto, é importante reconhecer no animal alguns sinais que podem indicar que alguma coisa não está bem e assim levá-lo ao veterinário o mais rápido possível e evitar problemas mais sérios.

caodoente
Fonte

Como todos os seres vivos, cada animal tem a sua própria personalidade e comportamento, de modo que o primeiro sintoma que pode dar o alarme é uma mudança repentina na sua atitude ou hábitos: se se torna mais passivo, se come menos ou mais, se rejeita a companhia e procura lugares solitários para passar o tempo, etc. Mas, além do seu comportamento, pode-se realizar uma simples exploração, de tempos em tempos, para verificar se tudo está correto.

Primeiro, temos de verificar a sua postura e certificarmo-nos de que toque no chão com as patas, que está tranquilo e que respira normalmente (apenas ficam ofegantes quando estão cansados ​​ou quando estão com muito calor). Depois, podemos concentrar-nos no físico e podemos começar pelo focinho, olhos e orelhas. O nariz tem de estar limpo, sem secreções nem gretas e um pouco húmido. Nos olhos, deve certificar-se de que estão bem abertos, brilhantes e limpos. Além disso, também deve verificar que ambos os olhos estão iguais e que a parte branca, efectivamente, é branca e não tem manchas nem amarelas nem vermelhas. As orelhas devem ser limpas, secas, sem secreções e de cor rosa, mas, se perceber, que o cão inclina a cabeça, abana ou coça-se, muitas vezes, é porque lhe doem os ouvidos e terá de levá-lo ao veterinário para que lhe prescreva o tratamento a seguir.

A boca do cão, também, é uma parte importante que pode mostrar alguns sintomas de doença. Os dentes devem ser brancos, sem tártaro (dependendo da idade do animal) e gengivas devem ser de cor rosa uniforme: se estiverem roxas ou brancas, pode ser sintoma de algum um problema cardíaco, respiratório ou anemia. Se nos fixarmos no resto do animal, deve ter a pele lisa e o pêlo brilhante. Também devemos verificar se tem algum tipo de feridas, escaras, falta de pêlo ou alguma zona vermelha no corpo.

Depois, pressione suavemente a barriga para ter certeza que está mole e que o cão não apresenta nenhuma dor. Se tirar a temperatura retal, o normal é que esteja entre os 38-39ºC. Se estiver abaixo de 36,5°C é essencial levá-lo de imediato ao veterinário.

Pode fazer este tipo de análise em casa, de vez em quando, para certificar-se de que o cão está de perfeita saúde, porque é muito simples e pode ajudar a detectar alguns sintomas que tratados a tempo, não vão derivar em nada grave.

De qualquer forma, não se esqueça de levá-lo regularmente ao veterinário para que ele seja controlado regularmente e, também, imunizado. Lembre-se de que é o responsável pelo cão e que depende de si para que a sua qualidade de vida seja o melhor possível.

Deixar um comentário