Como podar as suas roseiras

É necessário podar as roseiras para mantê-las jovens durante mais tempo

As roseiras devem ser podadas duas vezes por ano, uma no inverno e outra no final do verão. Estas podas são necessárias para que floresça abundantemente. Em climas amenos, pode fazer a poda em pleno inverno, mas, em áreas mais frias, com geadas fortes é melhor fazê-la no final do inverno.

Cada roseira tem as suas peculiaridades na hora de podar. Por exemplo, as rosas Floribunda de pé alto e as Híbrido de chá necessitam de uma poda de rejuvenescimento. As roseiras miniatura requerem pouca ou nenhuma poda, apenas uma limpeza para remover as flores secas. As roseiras de pé baixo e trepadeiras precisam de uma poda suave de manutenção.

rosal

As variedades arbustivas devem ser podadas em forma de copo, eliminando os ramos centrais e as que poderão danificar os ramos mais fortes. Ao cortar os ramos observe a sua espessura. Se for fina, deixe 3 gemas; se for grossa, deixe seis gemas. Faça os cortes sempre oblíquos, evitando a acumulação de líquido.

O corte das flores secas deve fazer-se durante toda a temporada de floração, já que estão a consumir nutrientes que poderiam ser utilizados para as novas flores. Para cortar as flores secas deve fazer os cortes acima de um botão num ângulo de 45 graus; faça o corte na mesma direção que o botão, nunca em sentido contrário ou em linha reta.

podarosa2

Deve, também, cortar os galhos secos, mortos ou doentes. Realize o corte até deixar o tronco só com tecido vivo. Como estes galhos são velhos e lenhosos, deve ser aplicado no corte um fungicida para cortes e podas. Para saber se um ramo está vivo, faça um corte no tronco, se está branco ainda poderá brotar, mas se está castanho claro, está morto e deverá cortá-lo para que a roseira volte a brotar.

Para rejuvenescer e estimular a próxima floração, corte os brotos do ano anterior que se devem podar aproximadamente a metade da sua comprimento. Este corte serve para evitar que os troncos se tornem lenhosos já que a floração é realizada nos brotos verdes. Desta forma, estimula-se uma nova brotarão herbácea e mantém-se a roseira jovem por mais tempo.

É essencial ter uma boa tesoura da poda adequada a todo tipo de poda que vai realizar e sempre bem afiada para que os cortes sejam limpos.

podarosa1

Após a poda é recomendada a aplicação de um pouco de fertilizante orgânico para roseiras, apesar de poder aguardar pelos primeiros brotos.

Se quiser levar em conta a influência da lua na hora de tratar das suas rosas, tenha em mente que é melhor podar durante a lua descendente e na constelação Flores, ou seja, quando a lua está numa constelação de ar (Gêmeos, Libra ou Aquário).

Pode consultar o estado da lua no nosso Calendário Jardiland 2014

  1. estou tentando cuidar das roseiras do meu condominio por gostaria muito de informacoes

Deixar um comentário