Como cuidar de um cão idoso

Cuidar de um cão idoso

Assim como nós, seres humanos, os cães também vão perdendo as suas faculdades ao longo do tempo.

À medida que envelhecem, os animais precisam de mais cuidados e paciência, porque, pouco a pouco, a sua vitalidade e o seu corpo deixa de ser o mesmo. Obviamente, as visitas regulares ao veterinário irão ajudar a detectar quaisquer problemas de saúde que podem piorar na velhice, mas também poderá ter em conta outros aspectos que tornarão a sua vida mais confortável.


Fonte

Quando detectar os primeiros sinais de envelhecimento no seu cão, tenha em mente que, a partir de então, precisa de um pouco mais de atenção da sua parte, mas ainda assim, poderá levar uma vida saudável, agradável e cheia nos seus últimos anos.

Embora verifique que movimenta-se muito menos, apenas para comer e beber, deitar-se ao sol durante a tarde, ou atirar-se para uma cama ou um sofá, deve mantê-lo em forma e continuar com as caminhadas diárias, apesar de que durante menos tempo e num ritmo mais baixo.

O exercício é muito importante para o seu cão manter-se fisicamente em forma e evitar a obesidade e artrite na idade mais avançada, sempre adaptando-se às suas possibilidades.


Fonte

Verá como, com o passar dos meses, a incontinência passa a ser mais frequente, porque os seus músculos já não respondem da mesma maneira, de modo que convém levá-lo à rua mais vezes ou criar-lhe um espaço próximo onde possa ir rapidamente, se necessário.

Os cuidados dentários são cruciais, neste momento, uma vez que a limpeza e a ingestão de alimentos que ajudam a evitar a formação de tártaro pode prevenir a perda de dentes.

Na sua dieta, também precisa fazer algumas mudanças e alimentá-lo várias vezes ao dia com uma quantidade menor de comida. Também é essencial que tenha sempre água fresca em abundância.

Para as suas horas de sono, que cada vez serão maiores, certifique-se de que a sua cama seja mole, sem elementos agressivos que o possam incomodar: o seu corpo, ossos e músculos serão cada vez mais sensíveis, pelo que eles agradecem um lugar bem acolchoado para se deitarem.


Fonte

Quando o cão é mais velho, geralmente mostram alguns sinais de fraqueza, como reclamar mais atenção ou o desejo de estar sempre à sua beira.

É provável que, com o tempo, já não obedeça da mesma maneira ou, até mesmo, em alguns momentos, já não lhe faça caso, pelo que precisará de ainda mais paciência.

O seu corpo já não responde da mesma forma e pode até perder audiência, facto que deve levar em conta. Nestes momentos, o seu cão vai precisar de mais carinho e atenção, pelo que deve fazer tudo o necessário para tornar a sua qualidade de vida tão boa quanto possível nos seus últimos anos.

Deixar um comentário