Como criar um jardim de rochas no seu espaço exterior?

É fácil e muito decorativo

Se não gosta de jardins simétricos e prefere os desenhos mais originais, pode optar por construir um jardim ornamental de rochas que dará um novo visual ao seu espaço, juntamente com um toque muito natural.

Recomenda-se que o terreno seja desnivelado e tenha encostas para a construção ser mais fácil, apesar de também ser possível criá-lo num terreno plano.


Fonte

A primeira coisa a fazer é escolher bem a área em que vai criar o jardim: deve ser um solo com boa drenagem, de preferência de frente para o oeste ou para o sul, com abundância de sol e protegido do vento. Não coloque o jardim perto de grandes árvores ou sebes, porque estes poderiam “roubar” a luz do sol que ele precisa.

Uma vez escolhido, elimine as ervas daninhas que podem impedir o bom desenvolvimento das plantas, cave sulcos de cerca de 30 centímetros e certifique-se que o solo é bem drenado para evitar que as raízes das plantas apodreçam.

É hora de colocar as pedras, com formas irregulares de preferência: começar com a maior e sempre deixar espaço suficiente entre elas para que haja terra suficiente para o crescimento das plantas. Enterrar pelo menos metade da rocha, inclinando-a em direção à encosta para que a água escorra em direcção à terra. As rochas calcárias são as recomendáveis, mas se optar pelos granitos, vai conseguir um jardim muito vistoso e incrivelmente natural, uma vez que, geralmente, forma-se sobre eles um belo tapete verde de musgo.

Rocallas2
Fonte

Depois de colocar as pedras, é preciso esperar algumas semanas para que o solo assente e possa começar a plantar. A melhor época é na primavera ou no outono. Coloque as diferentes variedades nas lacunas formadas entre as rochas e escolher as plantas com diferentes épocas de floração para que tenha sempre um jardim colorido. Plante de forma escalonada e em grupos irregulares para conseguir um bom assimetria. Pode escolher vários arbustos e espécies de coníferas, combinando com flores coloridas: urzes, rododendros e zimbro podem ser uma boa opção como base do jardim, combinando-as com plantas perenes, como a campânula ou cravos e com bulbosas, como o cyclamen e jacintos e, também, com as aromáticas.

Leve em conta o clima da sua região para que escolha as plantas mais adequadas: por exemplo, em climas quentes e secos, utilize as suculentas, pois não precisam de muita água; se existe risco de geadas, espalhe uma camada de folhas ou cascalho para protegê-las. Com a terra já assente e todas as espécies plantadas, regue ligeiramente e terá pronto o seu jardim de rochas.

Se o seu terreno é plano, mas quer criar um jardim de rochas, terá de construir desníveis artificiais, criando pequenos montes e vales irregulares com a terra do solo, ou mesmo criando um talude encostado a uma parede.

  1. Incrível, parabéns. É lindo.

Deixar um comentário