A singular ervilha-de-cheiro

Uma planta de fragrância extraordinária

A Lathyrus odoratus, mais conhecida como Ervilha-de-cheiro é uma planta herbácea de natureza trepadora, originária da Itália que rapidamente forma uma linda tela para cobrir uma superfície do seu jardim. Se cultivar muitas, juntas, pode obter um efeito especialmente bonito que, ainda por cima, embriagará o ambiente com o seu agradável perfume.

ervilhacheiro1
Fonte

Adequado para cobrir paredes ou muros ou para decorar varandas e terraços, seja plantada no solo ou em floreiras de determinado tamanho, a ervilha-de-cheiro pode chegar a crescer até 2 metros de altura. Se decidir plantá-la em vaso, deve certificar-se de que tem uma boa drenagem e que a terra é leve e rica em substâncias orgânicas para que possa desenvolver-se sem problemas. Se semear sementes, a melhor época para o fazer é em meados de outono para as deixar hibernar no interior e transferi-las para o jardim, na primavera.

A Lathyrus odoratus pode permanecer ao ar livre no verão em zonas quentes, mas precisa de estufa para evitar as geadas. Não se esqueça que estas sementes são tóxicas, por isso deve-se evitar a ingestão.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Fonte

Coloque a planta num pequeno lugar ao sol, em sombra parcial, e é aconselhável escolher um lugar diferente a cada ano, pois é muito sensível aos fungos do solo. Se a regar com freqüência para manter a humidade e se aplicar matéria orgânica antes do plantio, vai conseguir uma floração abundante que, geralmente, ocorre no final da primavera.

As suas flores são muito bonitas e delicadas: de diversas cores (vermelho, amarelo, laranja, roxo, lilás, rosa, branco, creme), são semelhantes às borboletas e desprendem um perfume extraordinário. Lembre-se de cortar as flores secas para estimular a floração. Devido à sua natureza trepadora, precisa de tutores ou galhos de algumas árvores, como a macieira, para que possam orientadas enquanto crescem.

Esta planta única, além do perfume que solta, pode tornar-se num importante elemento decorativo do seu jardim.

Deixar um comentário