Os Labradores

Os Labradores, dóceis e inteligentes, são o companheiro ideal para brincar com as crianças 

O cão da raça Labrador originou-se em três lugares diferentes: os Estados Unidos, Canadá e Grã-Bretanha. É considerada uma das raças mais populares do mundo devido ao número de cães que há registados.

A história mais conhecida desta raça remonta à ilha Newfoundland, e, mais especificamente, à cidade de San Juan, no Canadá. Nesta cidade, começaram a surgir os primeiros indícios de uma raça que ajudava os pescadores nas suas tarefas diárias, que, à posteriori, deram origem a raças distintas.

No século XIX, estes cães foram exportados para a Grã-Bretanha, onde, finalmente, se obteve o labrador que atualmente conhecemos. No século XX, estabeleceram-se, em Inglaterra, as bases morfológicas desta raça, como a conhecemos atualmente.

LABRADOR-1024x821

Em relação às características físicas, tendem a pesar entre 24 a 36kg, o que é proporcional à altura de 56-71 cm. Eles têm uma expectativa de vida de entre dez a doze anos, se receberem muito carinho e forem bem tratados.

Os labradores são cães que precisam de muito exercício diário e pequenos passeios não são o suficiente. São muito ativos, e, portanto, precisam brincar regularmente.

Além disso, têm tendência para a obesidade, pelo que o exercício ajuda a queimar as calorias e a prevenir o excesso de peso, já que são muito gulosos. É preciso controlar as rações de comida que ingerem para evitar os problemas de peso já mencionados.

Em relação ao pêlo, este costuma ser bastante denso e curto. As cores mais comuns são o bege, castanho escuro e preto. É fácil manter em boa estado o pêlo, sempre e quando é escovado com freqüência, pelo menos uma vez por semana, pois é uma raça que perde muito pêlo e deixará a casa cheia de pêlos.

É uma raça canina alegre, desperto, independente, inteligente, responsável e sociável. São muito pacientes, especialmente com as crianças, e, graças ao seu caráter ativo e brincalhão, podem passar horas e horas a brincar com as crianças. Além disso, ao brincarem com as crianças, realizam o exercício que tanto precisam.

Sendo um cão disciplinado, calmo e tranquilo, é muito adequado para tê-lo como animal de estimação em casa. Eles precisam de conviver com as pessoas; não gostam de viver sozinhos ou isolados, pois precisam de muito amor das pessoas, por isso, as rotinas da família são perfeitas.

Por outro lado, é um cão muito fácil de treinar, graças à sua inteligência e doçura, com capacidade de assimilar muitas coisas, se lhes for dedicado o tempo e paciência  necessária.

É importante notar que quando são jovens tendem a exigir muita atenção dos seus proprietários.

Devido ao seu caráter sociável, precisam de brincar com outros cães e socializar livremente, porque, às vezes, é bastante independente. Nota-se, também, que adoram a água, por isso é aconselhável, sempre que se possa, levá-lo a algum lugar para nadar.

Estes cães, graças ao seu excelente olfato e visão, são selecionados como cães-guia para cegos e surdos. Também são adequados para a realização de terapia nos hospitais com os mais pequenos.  Além disso, podem ser encontrados como cães-polícia, na detecção de bombas ou busca e resgate de pessoas.

Os labradores são cães propensos a desenvolverem certo tipo de doenças. As doenças mais comuns são a displasia da anca e cotovelo, problemas na visão, obesidade e doenças do intestino.

  1. Tenho um labrador preto há 8 anos e para além se ser uma excelente companhia, é muito meigo, brincalhão, protetor e guarda.
    Acrescentaria às doenças mencionadas as otites pois o meu tem e conheço mais labradores com a mesma doença.
    Adora o meu filho que tem 3 anos e desde sempre passa a maior parte da noite à entrada do quarto do menino. Recomendo a raça.

Deixar um comentário