Um papagaio que não voa!

O único papagaio do mundo incapaz de voar

Kakapo é o nome desta ave incomum que, ao contrário do resto da sua espécie, não tem a capacidade de voar.

Totalmente diferente dos outros espécimes conhecidos de papagaios, além de não ser capaz de voar, é o mais pesado e que vive mais tempo. Animal nocturno e originário da Nova Zelândia, pode chegar a pesar 4kg e, até mesmo, mais 1 a 1,5 quilogramas durante a época de acasalamento, uma vez que armazenam reservas especialmente para esta época. Pode chegar a viver até 90 anos. Mais uma raridade oferecida pela natureza.


Fonte

Os Kakapo (Strigops habroptilus) são papagaios grandes e gordos, chegando a medir até 60 centímetros quando chegam à idade adulta. Como vivem num clima mais frio do que a maioria das espécies de papagaios, podem acumular grandes quantidades de gordura corporal como isolamento e para armazenamento de energia.

Estes papagaios perderam a capacidade de voar há muitos anos atrás, porque no seu habitat não existiam predadores. No entanto, após a chegada dos colonizadores polinésios e europeus que destruíram o seu habitat e com a introdução de pragas, começou o declínio da espécie que esteve a ponto de desaparecer completamente. Como estas aves não voam e as suas asas são muito pequenas, usam-nas para equilibrarem-se e amortecerem as quedas ao saltar de árvores, porque, mesmo sem voar, conseguem planar durante 100 metros desde a copa das árvores.

É um animal terrestre que geralmente tem a sua toca nas raízes das árvores e é herbívoro, por isso a sua dieta geralmente é baseada em sementes, frutos, caules e raízes.

Caminha de forma um pouco desajeitada, mas é um excelente escalador e usa o bico como um gancho para percorrer os ramos. Outra das suas características peculiares é o seu cheiro agradável, descrito como uma fragrância floral ou mel, mas esta é uma clara desvantagem contra os predadores.

Além disso, também é o único pássaro que tem um sistema de reprodução tipo lek, ou seja, os machos lutam para atrair as fêmeas e estas, de acordo com a qualidade da exibição, escolhem o seu parceiro.


Fonte

Quando os papagaios Kakapo sentem-se ameaçados, a única coisa que fazem é ficar totalmente imóvel na tentativa de passarem despercebidos graças a sua plumagem (verde com zonas pretas). Trata-se de um mecanismo que funciona apenas com a águia diurna gigante, anteriormente o seu único predador. Perante os perigos actuais, tornou-se uma presa fácil.

Actualmente, está em grave perigo de extinção (em 2012 só haviam 126 papagaios), devido à baixa reprodução da espécie (uma vez a cada dez anos), ao seu extermínio pela caça e chegada de novos predadores não originários do seu território, contra os quais não tem como se defender, e a destruição do seu habitat natural. É por este motivo que a Nova Zelândia criou o Plano de Conservação do Kakapo, com o qual espera-se reverter o declínio desta espécie e garantir a sua sobrevivência.

  1. Silvia Jorge Torres says:

    Maravilhosa reportagem!Não há um meio de ajudar a preservá-lo?

Deixar um comentário