Peterbald, o gato sem pêlo

Um gato fora do comum

Não foi há muito tempo atrás que o Peterbald foi reconhecido como uma raça. Olga Mironova, juiz e amante de felinos, criou esta raça em 1994, em São Petersburgo, Rússia. Foi em 1997 oficialmente reconhecida pela TICA (The International Cat Association), e, posteriormente, pela WCF (World Cat Federation). Desde o ano de 2006, também pertence à FIFe (Federação Felina Internacional).

O mais curioso destes gatos é a sua aparência: não têm pêlo.


Fonte

De tamanho médio, geralmente pesam 3 a 5kg em adultos e têm um corpo muito esguio e pernas longas. Na cabeça, incrivelmente triangular, podemos observar as orelhas muito grandes, pontiagudas e separados, olhos oblíquos, cor de amêndoa e um focinho muito fino.

De cores de todas as variedades e combinações, podem ter três tipos de pêlo: completamente calvos, aveludado com uma fina camada de pêlos com 1 a 5 milímetros de grossura ou tipo escova com um pêlo fino de aparência seca com mais de 5mm.

É possível encontrar encontrar algum Peterbald com um pêlo normal, os Straight, que são aqueles que não herdaram o gene da calvície, por isso parecem-se mais com um siamês ou oriental, conforme a cor.


Fonte

Os Peterbald são ideais como animais de estimação. É um gato muito calmo, sociável e sentem uma predilecção por crianças com quem são extremamente pacientes.

Muitos carinhosos, gostam muito de carícias e mimos, por isso, precisam constantemente de atenção e carícias. Além disso, não têm problema nenhum caso haja outros animais em casa.

Diferentes, estilizados e elegantes, com um porte inequívocamente “oriental”, são perfeitos para adaptarem-se a toda a família.


Fonte

Devido à sua escassez ou ausência de pêlo, exigem protecção contra o frio e calor.

No inverno, vão-se sentir confortáveis com a mesma temperatura que nós próprios, ou seja, 21ºC. Mas, se sair, deve protege-lo. Em dias quentes e de muito sol, se for um Peterbald sem nenhum pêlo, é mais do que provável que a sua pele fique bronzeada e, após um tempo, recupere a sua cor normal. Por isso, deve vigiá-lo para que não se queime com os intensos raios de sol no verão e, se notar que está com calor, pode até mesmo dar-lhe banho. Caso contrário, não exigem muitos cuidados específicos. Por ter a pele seca, não necessitam de banhos regulares; limpar com toalhetes ocasionalmente será suficiente.

Deixar um comentário