Os animais também podem ser albinos

Os albinos raramente sobrevivem no estado selvagem

Todos sabemos da existência de seres humanos albinos, mas, talvez fiquemos mais surpreendidos com os animais que não têm qualquer melanina na pele. São exemplares completamente brancos, ou seja, têm os olhos claros, pele branca com tendência para rosada, o cabelo branco, incluindo sobrancelhas e pestanas e são extremamente sensíveis ao sol.

Os animais albinos geralmente não conseguem sobreviver por muito tempo no estado selvagem no seu habitat natural, já que a falta de cor os delata perante as suas presas e predadores e são muito débeis perante a luz solar. Por isso, a maioria dos animais com esta característica geralmente vive em cativeiro, gerando grande admiração entre curiosos e especialistas.


Fonte

O albinismo é uma doença genética em que há uma ausência congénita de pigmento (melanina) dos olhos, da pele e do cabelo nos seres humanos e, nos animais, é causado por uma mutação nos genes.

Também aparece em plantas, que carecem de outros compostos, tais como os carotenos. É uma característica hereditária que é gerado pela união de dois pais portadores do gene recessivo. Conhecem-se albinos entre a maioria das espécies animais, mas, em  alguns animais, os converte em verdadeiras estrelas populares.


Fonte

Um claro exemplo é o gorila branco Floco de neve, o único albino conhecido até o momento da sua espécie. Foi descoberto por caçadores fang na Guiné Equatorial e vendido ao Professor Jordi Sabater Pi, na altura conservador do Centro de Experimentação Zoológica de Ikunde, na cidade de Barcelona. Floco de neve chegou a Espanha em 1966 e viveu no jardim zoológico ​​até à sua morte em 2003 devido a um cancro de pele. Apesar dos seus 22 filhos, 11 netos e três bisnetos, nenhum deles é albino.


Fonte

Outros casos conhecidos são o macaco-aranha albino do jardim zoológico de Barranquilla, na Colômbia, um ouriço deixado em liberdade na Alemanha ou um pinguim africano que viveu até 2004 no jardim zoológico de Bristol, no Reino Unido, um dos quatro únicos casos documentados desta espécie.

Mas não são os únicos! Crocodilos, pavões, veados, esquilos, cangurus, pelicanos … muitas espécies contam com exemplares albinos.

No entanto, é importante distinguir entre os animais albinos e os brancos que, apesar da sua cor, têm melanina na pele, como o leão branco que apresentamos algum tempo atrás.

Deixar um comentário