O venenoso Monstro-de-gila

O único lagarto venenoso endémico dos Estados Unidos

O chamado Heloderma suspectum ou Monstro-de-gila é um lagarto lento e pesado que vivem no sudoeste dos Estados Unidos e norte do México. Embora seja um animal venenoso e o seu ataque possa provocar uma paragem do sistema nervoso, normalmente, não é fatal para os seres humanos e o facto de ser de natureza passiva faz com que não represente uma grande ameaça para as pessoas.

MonstroGilaVenenoso1
Fonte

O Monstro-de-Gila é um dos lagartos mais compridos dos Estados Unidos, com um corpo que mede entre 35 e 58,5 cm e com um peso que pode chegar aos 2kg. Sua pele rugosa é preta ou castanha com escamas rosa, laranja ou amarelo, tonalidades que são mais vivas quanto mais jovem for.

Corpulentos e de patas curtas e garras afiadas, na sua cauda grossa armazena gordura para usar quando necessário e, ao contrário de outros lagartos, se a perder, não volta a crescer. Este lagarto é passivo, muito lento e não sabe correr, pelo que não é fácil afugentá-lo. É muito difícil observá-lo no seu habitat natural, vive em desertos e regiões semi-áridas, porque passa a maior parte do tempo debaixo de pedras, em tocas de outros animais ou na sua própria toca.

MonstroGilaVenenoso2
Fonte

A sua alimentação, como animal carnívoro que é, baseia-se em pequenos mamíferos, lagartos, sapos, insetos, pássaros e ovos de aves. Em estado selvagem, só costuma comer entre 5 a 10 vezes por ano, mas pode chegar a ingerir um terço da sua massa corporal para armazenar e utilizar durante a hibernação ou quando há escassez de alimentos.

Encontra as suas presas através do seu apurado olfacto, ataca-as mordendo e e segurando bem para lhes introduzir o veneno. Apesar de ser pouco ágil nos seus movimentos, é capaz de trepar a árvores e cactos para apanhar ovos de aves, a sua comida favorita. O seu veneno pode causar uma paragem no sistema nervoso humano, mas, normalmente, não costuma mostrar-se agressivo para com as pessoas devido à sua natureza passiva. Foi o primeiro animal venenoso a ser protegido legalmente em 1952 pela lei dos Estados do Arizona e Nevada. Atualmente, e apesar da proibição de lhe causar dano, bater, capturar, colecionar ou matar, é uma espécie ameaçada pela destruição do habitat, a venda de animais de estimação exóticos e a maciça construção urbana.

Deixar um comentário